Safada Acordando Com Gozadas Na Cara

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , ,

Safada Acordando Com Gozadas Na Cara

Safada Acordando Com Gozadas Na Cara

Enfiei bem devagar enquanto minha esposa cumpria sua promessa, metralhando com sua língua meu saco, o clítoris e os lábios vaginais de Carina com toda sua destreza.

Vou chamar-la de Liz neste conto.

Fui esfregando meu cacete lentamente naquela vagina fabulosa, e lentamente fui acordando o mastro, mas só esfregando a cabeça do cacete na porta, que a cada esfregada se abria mais. Mas não parou ai, na manha seguinte quando acordei havia áudio dela no meu whats de desejo gigantesco de repetir o que havia acontecido no banheiro da boate na noite anterior.

Ela tiro minha roupa me deitou na cama e chupou meus mamilos ao mesmo tempo alisando minha bocetinha e foi decendo de vagar e deu aquelea chupada na minha xota me fazendo gemer cada vez mais alto, aaaiii haaai, comecei fala pra ela foder minha boceta que estava espumando de tanto tesao, ela chupava com tanto gosto q nao demoro pra Eu gosar, gozei como nunca tinha gozado, ela me beijou com a boca toda gozada, e entao foi minha vez nao fiz serimonias esta com sede de esperimentar aquela xota q estava deslizando de prazer chupei tao bem q nao demoro pra ela goza e ela gemeu tao alto, e falava vai amiga chupa com vontade essa boceta deliciosa,e comessamos a sarra uma boceta na outra ja gozadas e de grilos durinhos saramos por 15 minutos sem parar e gozamos mais duas veses juntas, depois terminamos com uma sequencias de beijos e fizemos 69 delicioso e nos beijamos muito, foi uma transa maravilhosa, de muitas. No dia seguinte ela me contou que outros homens no Bar haviam lançado olhares e gestos para ela (mordendo os lábios), provando o quanto ela estava sensual e atraente naquela noite. Era meu marido dizendo que já estava na cidade vizinha e que estava passando pela estrada e viu um motel que visitávamos com frequência e tinha batido aquela ‘nostalgia gostosa’ e me perguntou se eu não queria passar a tarde com ele neste motel. Thais me chupava avidamente, e cada vez que tirava o meu pau de sua boquinha safada, eu me deliciava vendo-o todo lambuzado com sua saliva quente.